Laertis Ando (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Laertis Antonios Ando Vassiliou
Laertis Ando (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Casa Brutale
Casa Brutale (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Casa Brutale
Casa Brutale (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Casa Brutale
Casa Brutale (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Casa Brutale
Casa Brutale (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Lux Aeterna Chapel
Lux Aeterna Chapel (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Lux Aeterna Chapel
Lux Aeterna Chapel (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Lux Aeterna Chapel
Lux Aeterna Chapel (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Lux Aeterna Chapel
Lux Aeterna Chapel (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Villa Clessidra
Villa Clessidra (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Villa Clessidra
Villa Clessidra (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Villa Clessidra
Villa Clessidra (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Villa Clessidra
Villa Clessidra (Photo credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))
Laertis Ando (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Casa Brutale (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Casa Brutale (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Casa Brutale (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Casa Brutale (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Lux Aeterna Chapel (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Lux Aeterna Chapel (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Lux Aeterna Chapel (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Lux Aeterna Chapel (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Villa Clessidra (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Villa Clessidra (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Villa Clessidra (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks)) Villa Clessidra (Photo Credits: Laav Architects (@laavarchitects) & OPA (@opaworks))

“A vida é muito curta para projetar coisas que as pessoas logo esquecerão” – Entrevista com Laertis Vassiliou, criador da Casa Brutale

Há alguns meses, redes sociais como Facebook e Twitter foram a loucura com um post sobre uma casa desenhada e construída no meio de um penhasco. Milhões de usuários compartilharam e curtiram o projeto chamada Casa Brutale. Um dos arquitetos responsáveis, Laertis-Antonios Ando Vassiliou, é grego e trabalha atualmente com diversos internacionais.

Além deste incrível projeto arquitetônico, Laertis também é responsável pelo escritório LAAV Architects e pelo OPA – Plataforma Aberta para Arquitetos, na Holanda. Criado em 2014, o OPA é responsável por criações como Villa Cressida, a Trilogia Terra Mater (Mãe Terra, em italiano), Centro Cultural Bamiyan e Lux Aeterna.

Nós da B Boutique Travel, sempre antenados em tudo que acontece na Grécia, batemos um super papo com Laertis e que você pode conferir agora.

 

B Boutique Travel Blog: Como surgiu a ideia de projetar uma casa em um penhasco? Era um projeto para um cliente ou do escritório?

Laertis Vassiliou: Nenhum dos dois. A Casa Brutale era uma mistura de algumas obsessões de design antigas que eu tinha entre 2007-2010, alguns fragmentos de memórias após assistir “Le Grand Bleu”, quando eu tinha 8 anos (um filme tão grande com tantas imagens poderosas!), e de um pontapé de criatividade combinado com bom timing.


BBT Blog:
A Casa Brutale é um projeto incrível. Quais outros projetos “não convencional” você já criou?

LV: A Casa Brutale é um projeto muito controverso e desafiador, na verdade. Mas a coisa mais surpreendente em toda a história é como as pessoas reagiram a este projeto, desde o primeiro dia até agora, mais de 1,5 ano após a sua primeira publicação (não consigo imaginar o que se seguirá depois que este será construído e concluído). Antes da Casa Brutale, eu tinha uma longa história de projetos não-convencionais como conceitos durante o meu tempo de estudo. Desde a Casa Brutale, a maioria dos meus projetos são, novamente, não convencionais!
BBT Blog: Quanto tempo você está trabalhando com arquitetura na Grécia? Você pode mencionar os três projetos mais importantes que você e seu escritório desenvolveram no país?

LV: Tenho o prazer de trabalhar como arquitecto desde 2006, quando concebi a minha primeira casa em Rhodes, que foi concluída em 2008. Desde então, e até 2010, ano em que deixei a Grécia, vi mais dois projectos pessoais serem construídos. Mas eu não os classificaria como importantes ou como favoritos pessoais. Desde o ano passado estamos ocupados com um projecto residencial excepcional em Porto Rafti, que ainda está em processo de concepção. Além de que eu não tenho outros projetos na Grécia no momento e, para ser sincero, eu não estou tentando obter um. Estou mais interessado e focado na construção (literalmente) de um portfólio internacional, e agora estou negociando projetos nos EUA, África do Sul, Líbano e Holanda.
BBT Blog: Como arquiteto, quais seriam suas três principais escolhas para a arquitetura moderna e design para visitar na Grécia?

LV: Existem inúmeros grandes projetos residenciais para se visitar na Grécia (como as obras-primas de Zoe Samourkas, Nikos Ktenas, Tilemachos Andrianopoulos, 314 Studio e outros). Mas as minhas sugestões devem incluir os edifícios públicos que são mais acessíveis. Por isso, recomendo: a) Novo Museu da Acrópole, de Bernard Tschumi, b) o novo café do Museu das Cíclades, de Stelios Kois, e c) o Museu de Nova Benaki, de Kokkinou & Kourkoulas.
BBT Blog: Quando falamos sobre a Grécia, sempre lembramos dos templos e dos edifícios antigos em todo o país. Quais você diria que são suas inspirações?

LV: Embora eu respeite e aprecie totalmente o Partenon, eu não consideraria isso como uma inspiração pessoal. Dos monumentos que eu adoro, estão Stoa de Attalos (Στοά Αττάλου), a  inspiradora arquitetura tradicional das Ilhas Cíclades e, também, incluo o engenhoso mosteiro de Panagia Hozoviotissa, em Amorgos (você vê o link com a capela subterrânea Lux Aeterna). Em Atenas também adoro a antiga fábrica FIX, de Takis Zenetos (mas não gosto da ideia da sua conversão em um museu de arte contemporânea).
BBT Blog: Como você classificaria o estilo de seu trabalho?

LV: Eu amo projetar coisas que serão consideradas como cool e sexy, enquanto eu odeio repetir-me ou criar “assinatura arquitetônica” – eu acho isso chato. Não tenho certeza se esses me classificam em um estilo ou movimento específico. Meu lema é: “a vida é muito curta para projetar coisas que as pessoas logo esquecerão”.

E você, o que acha? Nos conte nos comentários!

Até a próxima!

**Tá pensando em viajar para a Grécia também? Entre em contato com nossa equipe.

WWW.BBOUTIQUETRAVEL.COM.BR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *